Escondidos à plena vista

Para cristãos secretos, o mais seguro para realizar reuniões e estudos bíblicos são lugares públicos

| 24/08/2018 - 00:00

?É melhor nos reunirmos em uma cafeteria do que em um apartamento?, afirma Raikhan

?É melhor nos reunirmos em uma cafeteria do que em um apartamento?, afirma Raikhan


Quando você pensa sobre o termo “igreja secreta”, o que vem à sua mente? Agora feche seus olhos e tente imaginar: o cheiro dos grãos de café, luz moderada e o suave e constante barulho de amigos conversando. Abra seus olhos. Você está em uma cafeteria de uma grande cidade da Ásia Central onde pessoas gostam de tomar um copo de café ao final do dia de trabalho. Você vê aquele grupo de pessoas? Eles estão tendo um encontro da igreja secreta.

“É melhor nos reunirmos em lugares públicos, como uma cafeteria, do que secretamente em um apartamento”, disse Raikhan*, esposa de um pastor da igreja secreta. De acordo com a lei religiosa desses países, cristãos podem se reunir para atividades religiosas apenas em prédios de igrejas registradas. Porém conseguir um prédio e receber a permissão é quase impossível. “Vizinhos do lugar onde nos reunimos para o culto do domingo podem suspeitar de algo e chamar a polícia a qualquer momento”, Raikhan continua.

Enquanto as mulheres dessa igreja secreta estudam as escrituras e oram, não fecham os olhos e mantêm as Bíblias nas bolsas. “Somos forçadas a fazer dessa forma para não atrair atenção desnecessária. Porém estamos felizes e satisfeitas porque juntas conseguimos estudar e aprender a palavra de Deus”, Raikhan explica. Depois que as mulheres oram pelas necessidades umas das outras, o encontro chega ao fim. Pastor Ravil*, de outra igreja secreta declara: “Muito obrigado por nos visitar e compartilhar seu amor conosco. Saudações e gratidão a todos que estão orando por nós e ajudando em nossas necessidades”.

Fortaleça nossos irmãos
Nos países da Ásia Central, muçulmanos que se convertem enfrentam muita pressão da família, amigos e comunidade, mas também são perseguidos por autoridades do governo e grupos radicais muçulmanos. A Portas Abertas serve a Igreja Perseguida de várias formas. Uma delas é estar junto e oferecer apoio a cristãos que experimentam pressão por causa da fé. Estar com aqueles que passam por perseguição, encorajá-los e orar por eles são formas muito importantes de servir a Igreja Perseguida. Você também pode ajudar. Com a sua doação, os cristãos secretos recebem materiais de estudo, discipulado e treinamento bíblico.

*Nomes alterados por segurança.

Leia mais
A difícil realidade dos cristãos secretos

Leia também
Cristãos são punidos por participar de reunião de oração
Cristão ex-muçulmano é vigiado por Segurança Nacional


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE