Ex-premiê do Paquistão é condenado à prisão

A decisão gerou protestos no 9° país mais perigoso para cristãos

Portas Abertas • 7 ago 2023


A Suprema-Corte afirmou que a causa da prisão foram crimes de corrupção (foto: Wiki Commons)

A Suprema-Corte afirmou que a causa da prisão foram crimes de corrupção (foto: Wiki Commons)

Imran Khan, ex-premiê do Paquistão, o 9° país da Lista Mundial da Perseguição 2023, foi condenado a três anos de prisão por acusações de crimes de corrupção, como não declarar o dinheiro que ganhou ao vender presentes recebidos durante o mandato. 


Segundo o portal de notícias BBC, os presentes vendidos, que incluem relógios e anéis, resultaram em mais de 140 mil rúpias paquistanesas (aproximadamente 635 mil dólares). Imran nega as acusações e já fez um apelo à Corte para que reconsidere a sentença.
 



Protestos por todo país
 


A prisão causou protestos por todo o país. Em uma gravação de áudio, pouco depois do veredito, Imran pediu que a população paquistanesa protestasse contra a decisão. Ele foi eleito em 2018 como Primeiro-ministro, mas foi deposto depois de um desentendimento com o chefe do Exército do Paquistão.
 


Desde então, Imran recebeu mais de cem acusações relacionadas a crimes políticos. Os protestos que tomaram o Paquistão acontecem em grande parte pela possibilidade de exclusão de Imran das próximas eleições.
 


Aliados e opositores juntaram multidões para criticar ou apoiar a prisão do ex-premiê, especialmente pelos rumores de que os militares podem intervir a favor de Imram nas próximas eleições que estão previstas para o começo de novembro.
 


Acidente de trem fatal
 


Outro fator que abalou o país este final de semana foi o acidente que causou a morte de ao menos 30 pessoas e deixou mais de 100 feridos. Um trem, que transportava pessoas e cargas, descarrilhou dos trilhos no Sul do Paquistão no meio da tarde do último domingo, 6 de agosto.
 


Muitos vagões de carga tombaram no meio da via, próximo à estação de trem Sahara, em Nawabshah. Os passageiros feridos foram levados para hospitais da região e uma equipe de resgate começou a trabalhar ontem à tarde para tirar as pessoas dos destroços.
 


Esse tipo de acidente não é comum no Paquistão. Além das autoridades que começaram a investigar as causas do incidente, grupos paramilitares começaram a se mobilizar para agir.
 


Por causa do choque, as linhas de trem de toda a região estão temporariamente suspensas. As crises costumam ter um impacto ainda maior sobre os cristãos perseguidos, por isso, pedimos que ore pelo Paquistão.  
 


Pedidos de oração
 

  • Rogue ao Senhor para que o país volte a se estabilizar dos protestos em breve e a paz seja reestabelecida.  
  • Ore pelo trabalho das equipes de resgate para que consigam socorrer o número máximo de vítimas do acidente de trem. 
  • Interceda pelos cristãos perseguidos, que nesses momentos precisam se esconder ainda mais.  

Sobre nós

A Portas Abertas é uma organização cristã internacional e interdenominacional, fundada pelo Irmão André, em 1955. Hoje, atua em mais de 60 países apoiando cristãos perseguidos por causa da fé em Jesus.

Facebook
Instagram
YouTube

© 2024 Todos os direitos reservados

Home
Lista mundial
Doe
Fale conosco