Família cristã do México é ameaçada de expulsão

Por se negar a pagar taxas à igreja católica, pai de família já foi preso duas vezes e pode ser expulso da comunidade

| 02/04/2019 - 06:00

Ore pela minoria cristã de Hidalgo, no México, para que seus olhos estejam em Jesus, apesar de toda perseguição

Ore pela minoria cristã de Hidalgo, no México, para que seus olhos estejam em Jesus, apesar de toda perseguição


Uriel Hernández é um jovem cristão da comunidade de Coamontax, no município de Huazalingo, no estado de Hidalgo, no México. Ele mora com a esposa e o pai, de 60 anos. O pai de Uriel, também cristão protestante, desobedeceu às ordens dos líderes tribais de limpar a igreja católica e pagar as taxas recolhidas para os festivais religiosos. Por causa disso, foi preso juntamente com outros cristãos da comunidade. Depois ele foi libertado e enviado novamente à prisão pelo mesmo motivo.

Uriel diz: “Eu posso continuar lutando, mas meu pai é de idade e está cansado. O confronto com as pessoas da nossa cidade começou em novembro de 2018. Os moradores da comunidade tiraram sarro do meu pai e o forçaram a entrar na igreja católica para limpar. Nós os denunciamos ao Escritório de Direitos Humanos e desde então não paramos de denunciar suas ações contra nós”.

Casa cercada com arame farpado

Ele disse à Portas Abertas que o que mais deixou os líderes comunitários enfurecidos foi o fato de Uriel tê-los denunciado formalmente por suas ações contra a minoria cristã evangélica. Como é de costume, os líderes (geralmente há de 2 a 3 em cada comunidade) não vão sozinhos a essas audiências, mas acompanhados de um grupo de moradores para intimidar os cristãos. Na audiência específica do caso do pai de Uriel, eles levaram 30 pessoas.

Mas o pior momento desses cinco meses de conflito com os líderes aconteceu no começo de fevereiro. Um grupo de pessoas armadas com pedaços de pau foram à casa de Uriel para instalar arame farpado ao redor da casa. Quando terminaram, eles alertaram: “Paguem as taxas em dez dias ou deixem a cidade”. Desde então, Uriel já entrou em contato com o governo local e regional, mas ainda não recebeu nenhuma ajuda. Há um vácuo oficial que deixa as minorias cristãs impotentes diante do abuso dos moradores de suas próprias comunidades, no estado de Hidalgo.

A Portas Abertas no México já começou a planejar uma estratégia para apoiar essa família, avaliando várias opções para a defesa jurídica. Ore por essa família e por todos os cristãos perseguidos do México, pressionados a negar a fé no Deus vivo e verdadeiro. Suas orações os ajudarão a serem fortalecidos e sustentados pelo Senhor.

Leia também
No México, cristãos indígenas expulsos continuam a evangelizar
No México, cristãos indígenas wixárika são expulsos de seu povo
Igreja permanece firme após expulsão de metade dos fiéis


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE