Famílias cristãs passam fome no Sri Lanka

A crise no país é decorrente da segunda onda da COVID-19

| 05/02/2022 - 08:00

Pastores e voluntários do ministério lutam financeiramente para pagar as despesas familiares (foto representativa)

Pastores e voluntários do ministério lutam financeiramente para pagar as despesas familiares (foto representativa)


O Sri Lanka está passando por uma crise econômica resultante do bloqueio para conter a segunda onda de COVID-19. Desde agosto de 2021, há escassez de alimentos, fertilizantes e déficit das reservas financeiras. Os trabalhadores diários foram diretamente afetados, por isso muitas famílias tiveram que racionar as refeições, e as crianças perderam o período escolar. A maioria dos cristãos nas áreas rurais do Sri Lanka também foram gravemente afetados. 

A escassez de dólares americanos atingiu também os importadores de GLP (gás líquido do petróleo) e de leite em pó, pois estão com dificuldades para pagar os fornecedores. Assim, não há distribuição de gás suficiente para atender à demanda doméstica .Com recorde na queda de reservas cambiais e altos preços de importação, o custo de hortaliças, combustíveis, tarifas de ônibus e despesas com cuidados básicos em geral aumentou. 

As igrejas rurais fora de Colombo, capital do país, sofreram muito com isso. A maioria dos pastores tem apoiado os membros da congregação, porém as necessidades básicas continuam. Com a falta de cultos, os pastores e voluntários do ministério lutam financeiramente para pagar as despesas familiares.  

Os parceiros locais da Portas Abertas apoiaram famílias com auxílio emergencial e também forneceram subsídio a pequenos negócios em que a maioria dos beneficiários são líderes cristãos em áreas rurais. Além disso, suportaram as igrejas rurais e distribuíram material escolar para crianças que não têm acesso à escola online. 

Muitos precisam de ajuda, são mais de 360 milhões de cristãos perseguidos no mundo. A sua doação apoia seguidores de Jesus que são perseguidos pela fé, garantindo as necessidades básicas aos que mais precisam de socorro. 

 

Pedidos de oração 

  • Ore para que a provisão de Deus alcance pastores voluntários e trabalhadores afetados pelos aumentos de preços e restrições.
  • Interceda pelos cristãos que estão convivendo com a fome, peça para que eles tenham força, permaneçam firmes na fé e sejam saciados pela família da fé.
  • Clame para que as autoridades consigam conduzir a situação do país da melhor maneira, e que a população sinta o amor de Jesus apesar das dificuldades enfrentadas.  

Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE