Governo da Argélia fecha mais duas igrejas

Igrejas são interditadas sem aviso prévio, na região onde o evangelho tem crescido no país

| 04/06/2018 - 00:00

Igrejas na Argélia são pressionadas (Imagem ilustrativa)

Igrejas na Argélia são pressionadas (Imagem ilustrativa)


No final de semana dos dias 25 a 27 de maio, a polícia interditou duas igrejas na província de Cabília, no nordeste da Argélia, onde se dá grande parte do crescimento da igreja no país. Uma das igrejas se localiza em Ait-Mellikeche, na cidade de Bejaia, a 200 km da capital Argel. A igreja foi criada em 2005, conta com mais de 200 membros, e é afiliada à associação de igrejas protestantes da Argélia (EPA, da sigla em francês) desde 2007.

A ordem de fechar a igreja era totalmente inesperada, como nos contou um de seus líderes: “Os oficiais chegaram na sexta-feira de manhã e simplesmente interditaram a principal entrada da igreja, sem nenhum aviso, assim como fizeram com outras igrejas”, relata. Não há nenhuma notificação explicando o motivo do fechamento da igreja. No dia 28 de maio, alguns líderes da igreja foram até a polícia tentar entender a questão, mas “eles nos mandaram fazer um pedido ao prefeito de Bejaia, pois foi dele que partiu a ordem de fechamento”, diz um deles.

A outra igreja fechada se localiza na cidade de Maatkas, perto de Tizi-Ouzou, a 100 km de Argel. A ordem também partiu do prefeito. A igreja de Maatkas é uma comunidade nova, com cerca de 60 membros, e não é afiliada à EPA. Um de seus líderes diz que recebeu uma ligação de um policial dizendo: “Estou ligando para informá-lo de que recebemos uma ordem para fechar sua igreja”. Então, no sábado (26) de manhã, um grupo de policiais interditaram a principal entrada do prédio, ordenando aos líderes a não reabrir até que recebessem autorização.

O governo da Argélia tem sido criticado por discriminação contra a minoria cristã do país. Igrejas e cristãos enfrentam crescentes restrições nos últimos meses. Tal pressão levanta a possibilidade de uma “campanha coordenada de ação intensificada contra igrejas pelas autoridades do governo”, de acordo com o grupo de advocacia Middle East Concern. Ore pela Igreja Perseguida da Argélia, país que ocupa a 42ª posição na Lista Mundial da Perseguição.

Leia mais
Líderes cristãos se reúnem para tratar da perseguição
Cristão multado por carregar chaveiros de cruz


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE