Conforte família de cristão preso

| 01/02/2010 - 00:00


Os cristãos da República Autônoma de Xinjiang, China, são minoria entre muitos muçulmanos. Eles enfrentam uma tripla pressão: por serem uma minoria na China, por terem deixado o islã que sua sociedade pratica, e por serem cristãos, odiados pelas autoridades.

Alimjan Yimit é um líder uigur e foi preso em 12 de janeiro de 2008. Em outubro de 2009, ele foi condenado, em segredo, a 15 anos de prisão sob a acusação falsa de “fornecer segredos de estado para organizações estrangeiras” (saiba mais)

Ele se tornou cristão há mais de dez anos, e começou a servir a Igreja uigur. Amigos do líder dizem que sua fé foi o motivo da prisão, que causou choque na família e nos amigos. Eles descrevem Alimjan como um homem gentil e com uma fé simples, expressa de maneira calada, mas firme.

Alimjan é casado com Gulnur, tem um filho de 8 anos e uma filha de 5. Qualquer contato entre o casal foi proibido desde a prisão de Alimjan em janeiro de 2008. A distância entre Gulnur e seu marido Alimjan é de aproximadamente 24 horas de ônibus.

Ore por Alimjan, para que a justiça seja feita, e que sua expressão de fé não seja considerada “crime contra o Estado”. Ore por sua saúde, proteção e boa vontade com os guardas e outros prisioneiros.

Interceda por Gulnur e seus dois filhos, pois a situação está muito difícil para eles. As crianças sentem falta do pai. Devido à pressão que sofreram das autoridades em sua cidade natal, eles decidiram se mudar.

A CAMPANHA DE CARTAS REFERENTE A ESTE ARTIGO FOI ENCERRADA !!!


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE