Ser cristão é ser um estranho na aldeia

| 23/07/2013 - 00:00




""O mundo não era digno deles. Vagaram pelos desertos e montes, pelas cavernas e grutas.""
Hebreus 11.38

Ser demitido, excluído do conselho da aldeia e até ameaçado de morte por seu próprio irmão: abraçar a fé cristã não é algo sem consequências em um país como a Argélia. Isso pode significar perder tudo. O líder de uma igreja, Farid, compartilhou sobre a perseguição dos cristãos na região de Kabile.

A família é geralmente uma fonte de problemas aos novos cristãos. Farid prestou apoio espiritual a Zafir e sua esposa, Hiba, um casal de novos convertidos. Eles perderam tudo por causa de sua nova fé: o pai de Zafir expulsou o casal da casa que pertence à família e o demitiu de seu trabalho. A família de Zafir e Hiba rompeu todas as relações com o casal. O pai de Zafir deu uma chance a ele para que recuperasse tudo quanto havia perdido, contou Farid: ""A única coisa que ele tinha de fazer era renunciar sua fé em Cristo"".

Todos os contratempos não fizeram Zafir e Hiba renunciarem sua fé. Eles permanecem firmes enquanto enfrentam mais dificuldades em sua nova comunidade que, segundo Farid, não os consideram bem-vindos. ""Na verdade, as pessoas atiram pedras em sua casa e os insultam por serem cristãos"".

Pedidos de oração

  • Ore pela vida de Farid e de outros líderes cristãos que arriscam sua vida para ajudar e discipular novos convertidos.
  • Interceda por Zafir e Hiba, para que permaneçam firmes e possam testemunhar de Cristo a amigos e familiares.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE