Justiça social para cristãos perseguidos

Conheça campanhas que diminuem as desigualdades e empoderam os seguidores de Jesus

| 20/02/2021 - 06:00

No Iraque, a Portas Abertas trabalha na reconstrução de casas, igrejas e bibliotecas

No Iraque, a Portas Abertas trabalha na reconstrução de casas, igrejas e bibliotecas


Hoje é comemorado o Dia Internacional da Justiça Social. A iniciativa de criar a data foi da Organização das Nações Unidas (ONU) com o objetivo de promover a paz, o desenvolvimento dos países e a manutenção da dignidade humana. Isso deve acontecer quando há a promoção de práticas que eliminem as diferenças entre as pessoas relacionadas a gênero, idade, raça, etnia, religião, cultura ou deficiência. A Portas Abertas acredita no princípio de justiça social, por isso promove projetos que empoderam cristãos perseguidos com assistência jurídica, ajuda socioeconômica e microcrédito e ainda trabalham para a alfabetização deles. Conheça algumas das campanhas e seja um promotor da justiça social.

Discipulado para cristãos ex-muçulmanos

Durante todo o mês de fevereiro, falamos um pouco mais sobre os cristãos perseguidos na China. Os seguidores de Jesus de origem muçulmana enfrentam perseguição mais severa vinda da família, da comunidade e do governo. Por meio do trabalho da Portas Abertas no país, irmãos e irmãs ex-muçulmanos são encorajados a permanecer firmes na fé, através de programas de discipulado. Seja um canal do amor de Deus para os cristãos ex-muçulmanos na China.

Empoderamento social para irmãos na Etiópia

Os cristãos na Etiópia lutam para sobreviver porque muitos são excluídos do acesso às necessidades básicas como água, comida, saúde e educação. Ao se converterem, muitos ainda perdem o emprego e não conseguem mais trabalhos. Assim, o governo e a comunidade os pressionam para que voltem às antigas crenças.

Os cristãos etíopes são assistidos pela Portas Abertas com treinamento bíblico sobre economia, são estimulados a reconhecer as próprias habilidades e incentivados a trabalhar para gerar a própria renda. Através da sua contribuição, os seguidores de Jesus na Etiópia são fortalecidos e podem sonhar com um futuro melhor.  

Famílias resilientes no Iraque

No território, os constantes conflitos destruíram a vida de cristãos por completo. Eles tiveram as casas destruídas, perderam os empregos, não têm mais igrejas e nem escolas para as crianças. Então, o jeito é fugir da dura realidade em busca de um futuro melhor.

Além de treinamento para manter a resiliência mesmo em situações assim, a Portas Abertas contribui para a reconstrução de casas, igreja e escolas com o desejo de que os seguidores de Jesus permaneçam no país e façam a diferença. Ajude os irmãos e irmãs iraquianos a viverem com dignidade.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE