Morre presidente da Tanzânia

O falecimento do líder se deu por insuficiência cardíaca

Na quarta-feira, 17 de março, faleceu o presidente da Tanzânia, John Magufuli, aos 61 anos. Na noite do dia 17, a vice-presidente Samia Suluhu Hassan falou para a nação através de uma rede de televisão local, confirmando a morte do líder em um hospital de Dar-Es-Salaam por insuficiência cardíaca.

O presidente Magufuli foi visto pela última vez em público no dia 27 de fevereiro e a falta de novas aparições levantou rumores na população. Desde o início da pandemia, Magufuli ganhou atenção por não acreditar nas medidas contra a proliferação da COVID-19, desencorajando o uso de máscaras e o distanciamento social. O país também parou de divulgar dados sobre números de infecções em abril de 2020 e, em junho do mesmo ano, declarou que o país estava livre da doença.

Samia, a vice-presidente, assumirá a presidência para o restante do mandato do líder, de cinco anos, cumprindo com a Constituição do país. A Tanzânia ocupa o 57º lugar na Lista de Países em Observação 2021, onde os seguidores de Cristo, principalmente os ex-muçulmanos, enfrentam ataques físicos e morais para que abandonem a fé em Jesus. No país também é comum o ataque às igrejas, como forma de pressionar os cristãos.

Pedidos de oração