Muçulmanos recuperam uma igreja cristã

| 09/06/2017 - 00:00


09-iraque-igreja-sendo-restaurada

Em um dos distritos iraquianos atacados pelo Estado Islâmico (EI), uma igreja localizada em Mossul, foi profanada e ficou parcialmente destruída. Muçulmanos locais voluntários decidiram ajudar os cristãos com a restauração. A decisão aconteceu quando eles souberam que os seguidores de Jesus estavam enfrentando dificuldades e insultos, mesmo depois de terem sido expulsos da cidade. Os voluntários disseram que tomaram essa atitude para mostrar que o Iraque ainda acolhe tanto muçulmanos quanto cristãos.

""Mossul pertence a todos nós, e o fato de termos crenças diferentes é o que nos torna fortes e tolerantes"", disse um dos muçulmanos a um jornal do Reino Unido. Depois de três anos dominando a cidade, o EI finalmente foi embora, mas durante esse período atacaram as igrejas, assassinaram vários cristãos e ameaçaram os demais de morte, caso não fugissem dali. A igreja que agora está sendo restaurada foi atacada em março de 2015, quando os jihadistas quebraram cruzes e vários outros símbolos cristãos.

O esforço da reconstrução começou quando alguns seguidores do islã foram acusados de assediar uma família cristã e os voluntários afirmaram se tratar de um falso rumor. O grupo, composto por pessoas de diferentes comunidades, quer apenas demonstrar solidariedade e amor. O Iraque é o 7º país na atual Lista Mundial da Perseguição, onde vivem muitos dos nossos irmãos em Cristo. Se você também quer demonstrar seu amor por eles, conheça a campanha Esperança para Iraque e Síria e assine a petição em favor deles.

Leia também
A semente do evangelho volta a brotar no Iraque
Muitos cristãos decidiram ficar no Iraque


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE