Na Malásia, estado adota ordenanças islâmicas na legislação

| 02/04/2015 - 00:00


09_Malasia_0380100240

A hudud, um conjunto de leis e punições especificadas por Alá no Alcorão, também é vista como um subconjunto da Sharia. Sob essa lei, furto, roubo, sexo ilícito, consumo de álcool e apostasia (renúncia da fé islâmica) são considerados crimes puníveis com a flagelação e amputação. Ele rege principalmente muçulmanos, mas, como no caso da Indonésia e Brunei, onde tais leis são parcial e totalmente implementadas, os cristãos têm sido afetados também.

Além disso, se a lei for de fato validada, cristãos ex-muçulmanos estarão correndo risco. Todos eles são cristãos secretos que ainda mantêm identidades muçulmanas legais. Sob essa lei, eles podem ser punidos por apostasia e casamento ilegal; há casais ex-muçulmanos que não têm uma licença de casamento formal, uma vez que para tal, é exigida uma declaração de lealdade ao islã.

Ore por sabedoria e temor a Deus sobre o governo e os legisladores que têm influência e poder de voto relacionado a esta questão.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE