Bomba mata pelo menos seis pessoas

| 01/06/2004 - 00:00


A explosão de uma bomba em uma mesquita xiita na cidade de Karachi, no sul do Paquistão, matou pelo menos seis pessoas e feriu várias. O atentado acontece um dia após o assassinato de um clérigo muçulmano sunita, Mufti Nizamuddin Shamzai, morto quando dirigia para a sua escola religiosa.

Milhares de soldados foram colocados nas ruas da cidade para controlar a população, que saiu às ruas após a morte do religioso. Houve tumulto e baderna.

Conflitos entre muçulmanos sunitas e xiitas no Paquistão vêm matando milhares de pessoas nos últimos 15 anos. A polícia do país vinha tentando proteger mesquitas xiitas após a morte de Mufti Shamzai.

Uma coalizão de seis partidos fundamentalistas, a Muttahida Majlis-e-Amal (MMA), marcou uma greve nacional para sexta-feira em protesto contra o assassinato do clérigo.

"Não vamos ficar em silêncio. Vamos protestar contra o brutal assassinato de uma grande personalidade religiosa", disse um alto líder da MMA, Maulana Fazlur Rahman.

"E seremos obrigados a adotar outras medidas se os assassinos não forem presos", acrescentou.

Uma equipe de policiais está investigando o caso.

Mufti Shamzai era crítico ferrenho dos Estados Unidos, convocando uma guerra santa após as invasões do Afeganistão e do Iraque.

Há pouco mais de três semanas, 14 pessoas foram mortas em Karachi quando um homem-bomba, vestido como um clérigo xiita, detonou explosivos em outra mesquita xiita.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE