Governo chileno acusa seita de Moon de ser nociva à sociedade

| 07/06/2004 - 00:00


O governo chileno negou à seita do reverendo Moon uma autorização para seu funcionamento como associação religiosa, impedindo-a, assim, de celebrar casamentos no Chile, por considerar que ela representa um perigo para a sociedade e a ordem interna. Segundo publica hoje, segunda-feira, o jornal chileno La Tercera, o Ministério da Justiça rejeitou em dezembro passado o pedido dos diretores da seita para que ela fosse registrada como pessoa jurídica de direito público, resposta diante da qual foi apresentado um recurso à Corte de Apelações de Santiago.

Leia mais no UOL


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE