Pastor brutalmente espancado no oeste de Tripura

| 01/09/2004 - 00:00


O pastor Letthang Gangte e sua família estavam dormindo profundamente na tempestuosa noite de 19 de abril de 2004. Eles não perceberam que oito homens armados invadiram a casa por volta das três horas da manhã. Foram acordados por uma ofuscante luz dirigida aos seus rostos, tornando difícil identificar os transgressores. Antes que pudessem ter idéia do que estava acontecendo, os homens começaram a atacá-los com facas e lanças.

O pastor Gangte reagiu em defesa própria, enquanto sua esposa gritava por socorro. Mas ele não pôde com os atacantes. Ninguém podia ouvir os gritos de sua esposa, nem a comoção dentro da casa devido à tempestade existente lá fora. Os assaltantes não pouparam o seu filho Bawilun, de dez anos e sua filha, Bebem, de sete, que foram espancados. O pastor Gangte conseguiu sair da casa e correu até os vizinhos gritando por ajuda. Estes saíram de suas casas para ajudar a família aflita. Ao ouvirem que os vizinhos estavam vindo, os bandidos fugiram com alguns pertences da família.

Gravemente feridos
O pastor Gangte recebeu ferimentos graves na cabeça, dois cortes de faca no ombro, um osso quebrado e um profundo ferimento no abdômen. Sua esposa recebeu golpes na cabeça e nos braços. Seus dois filhos foram também gravemente feridos nas pernas e coxas. Os vizinhos chamaram a polícia. O pastor Gangte e sua família foram levados para o Hospital Agartala, onde receberam tratamento médico adequado. Sua esposa e os dois filhos receberam alta três dias depois e o pastor Gangte ainda está internado para facilitar a rápida recuperação. Foi um verdadeiro milagre ele ter sobrevivido.

O pastor Gangte é do vilarejo de Vaichei, distrito de Sadar Hills, Estado de Manipur. Atendendo o chamado de Deus para a sua vida, ele tornou-se missionário da Igreja Evangélica Sinodal, pertencente à Igreja Congregacional Evangélica da Índia. Ele trabalha como missionário em Rajghat, oeste de Tripura, desde 1995. Dias antes do violento incidente, o pastor recebeu ameaças à sua vida, especialmente se ele não parasse de pregar a Cristo na área. A notícia animadora é que ele não está nem um pouco com medo e não irá deixar o campo missionário. A sede da missão chamou a ele e à família de volta para Churachandpur, mas o pastor recusou. Ele disse: "Não vou sair da área mesmo que isso signifique o fim da vida para mim e para minha família".

Enfrentando a ira dos hindus
Este não é o primeiro incidente do tipo em Rajghat. Em 2002, outro missionário chamado Khualpau, foi severamente espancado. Ele recebeu seis golpes de faca na cabeça e em diferentes partes do corpo. Ele ficou tão traumatizado que teve de ser chamado de volta para a sede.

Os cristãos de Tripura há muito vem enfrentando a ira do Movimento Nacionalista Hindu. O Rashtriya Swayamsevak Sangh (RSS) e o Vishwa Hindu Parishad (VHP) têm redes bem desenvolvidas pelo Estado e estão instigando a comunidade majoritária contra os cristãos que são, em sua maioria, tribais. O interessante é que os habitantes originais do Estado são tribais, mas os ataques aos cristãos tribais são praticados por migrantes ilegais de Bengala Ocidental e Bangladesh.

O RSS tem usado estes grupos em nome da proteção do hinduismo. Além disso, esses grupos exploram os povos tribais e os privam das oportunidades de melhorarem de vida. Os missionários educam os povos tribais e os ajudam a se tornarem auto-suficientes. O ministério de ajuda deles tem se tornado uma ameaça aos grupos superiores da comunidade. Muitos podem apenas supor que os missionários foram atacados devido à ajuda que dão aos povos tribais.

Há uma necessidade urgente de ajudar missionários e pastores como o pastor Gangte. Existe muita violência esporádica que ocorre especialmente nestas áreas distantes onde eles são alvo fácil para grupos radicais. É necessária ajuda na forma de seminários, como Pemanecendo Firmes Através da Tempestade (PFAT) e advocacia. O seminário PFAT tem a finalidade de fortalecer crentes, missionários e pastores em face à perseguição.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE