Professor budista é assassinado no sul muçulmano da Tailândia

| 11/11/2004 - 00:00


Um professor budista foi a última vítima mortal produzida pela violência no sul da Tailândia, onde em janeiro passado ressurgiu o velho conflito separatista muçulmano, informaram ontem, quarta-feira, fontes oficiais. A polícia indicou que foi descoberto ontem à noite o corpo do professor Aroon Penhboon, de 35 anos de idade, no município de Thanto, na sulina província de Yala.

Leia mais no UOL


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE