Cristãos batistas têm bens confiscados

| 01/01/2005 - 00:00


Na cidade de Brest, na Bielo-Rússia, dois batistas poderão ter bens pessoais confiscados. Um deles deverá perder o carro e o outro ficará sem o salário por um mês porque foram acusados de "crimes graves" como visitar um hospital e lá cantar hinos e distribuir exemplares do Novo Testamento.

Segundo a correspondente Geraldini Fagan, do Fórum18 NewsService, eles entraram no hospital sem uma permissão do governo que dá direito a realizar "um evento de massa com música e distribuir literatura".

No caso deles, entretanto, a autorização nunca poderia ser dada, já que na cidade em que fica o hospital não há igrejas registradas (oficiais).

No caso das igrejas batistas, a situação na Bielo-Rússia é particularmente complicada porque a denominação cumpre à risca o princípio da separação de Igreja e Estado e, por isso, nenhuma das nove congregações bielo-russas são registradas.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE