GFA ministra para crianças vítimas do tsunami

| 25/01/2005 - 00:00


Era uma manhã de Domingo como outra qualquer, para as crianças do Sri Lanka. Elas brincavam ao longo das praias, saltavam ruas abaixo ou caminhavam de mãos dadas com seus pais, andando pelos mercados. Então veio o tsunami. Em questão de horas, ondas monstruosas mudaram a vida destas crianças para sempre.

Os líderes da missão "Gospel for Ásia" no Sri Lanka, visitaram uma praia logo depois do desastre e nos contam o que viram dos efeitos da fúria mortal das ondas sobre as crianças desta nação.
 
Meninos e meninas pequenos corriam desesperadamente de um lugar para outro na areia, chamando e gritando por seus pais. E, apesar de seus gritos, ninguém respondia. Lançados e arrancados dos braços de seus pais, estas crianças traumatizadas estão agora sozinhas no mundo. Muitas têm pesadelos à noite e não conseguem dormir, têm medo do mar e suas ondas, foram forçadas a encarar uma dura realidade que poucos de nós podemos entender e em muitos casos, tornaram-se responsáveis por irmãos ainda menores que elas próprias.

Agora que as águas baixaram e as ondas estão novamente confinadas ao oceano, outro perigo se levanta contra a vida destas crianças sobreviventes: temíveis gangues, traficantes de crianças, têm procurado vender alguns destes pequeninos como escravos ou para prostituição. Sozinhos, perdidos e desorientados, eles  não sabem a quem recorrer para protegê-los destes odiosos predadores

Em conseqüência disto,  o Sri Lanka e outros governos da Ásia, proibiram temporariamente viagens ou adoções de crianças para fora de seus respectivos países.

Líderes do Sri Lanka localizaram uma área onde 10 mil crianças perderam seus pais e mães.

Os missionários de "Gospel for Asia" estão agora provendo água pura, alimentos, roupas, cuidados médicos e aconselhamento emocional para estas crianças e também compartilhando o amor de Jesus com elas.

Nas semanas e meses que virão, os trabalhadores da "GFA" estarão procurando casas para estas crianças entre seus familiares distantes ou orfanatos bem organizados, mas se não encontrarem cuidado disponível, a "GFA" está comprometida a cuidar destes preciosos pequeninos enquanto for necessário.

O presidente da "GFA", K. P. Yohannan, visitando as praias devastadas do Sri Lanka, disse que a destruição é muito pior do qualquer coisa que as câmeras de TV tenha mostrado ao público.

Desde preparação de alimentos, a provisão de roupas e materiais escolares, até compartilhar a esperança em Jesus com estas crianças sofredoras e ainda estabelecer estas 10 casas de transição para os órfãos, é uma tarefa imensa, que envolve muita oração e busca da face do Senhor.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE