Casal que cuidava de orfanato é preso no Nepal

| 06/05/2005 - 00:00


A polícia prendeu um casal cristão que gerenciava um orfanato no Nepal, sob a acusação de forçar a conversão de menores. Babu e Sabitri Varghese foram presos no dia 27 de abril.

Um ex-funcionário do orfanato tentou extorquir dinheiro do casal, roubando uma foto de um batismo de adultos e pedindo dinheiro para não ser publicada. Como o casal não pagou, ele entregou à polícia e publicou a foto e acusações que o casal batizava crianças hindus, em um jornal local.

O casal abriu o orfanato Lar para Crianças Abençoadas em 1995 e logo depois fundaram uma escola. Hoje mais de 80 crianças vivem lá e muitas outras atendem a escola.

No dia 1º de abril, o casal recebeu a primeira intimação para comparecer a delegacia. O mesmo aconteceu nos dias 21 e 22 do mesmo mês. No dia 27 foram chamados de novo, mas dessa vez ficaram sob custódia.

Os dois estão presos em delegacias diferentes em condições precárias.

Babu foi levado ao orfanato para participar de uma investigação interna. Nesse dia conseguiu passar um bilhete, escrito em um pedaço de papel higiênico, para um amigo que dizia: Eu e Sabitri estamos em delegacias diferentes. Estamos bem por causa das suas orações.

Sabitri é nepalesa e Babu é indiano. Algumas pessoas acreditam que o governo pode usar o casal como exemplo, para desencorajar cristãos indianos que vão até lá para estabelecer instituições de caridade.
 
Em 1962 foi estabelecida uma lei anti-conversão, mas nos anos 90 os oficiais diminuíram a perseguição. Porém, "forçar" a conversão de alguém continua sendo um crime.

Berson e Blesson, filhos do casal, estão sendo cuidados pelos funcionários do orfanato.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE