China prende bispo católico clandestino

| 06/07/2005 - 00:00


A China, que não reconhece o Vaticano, prendeu um bispo católico que atuava às escondidas, disse um grupo de direitos religiosos com base nos Estados Unidos, acabando com a esperança de uma repentina reaproximação entre Pequim e a Santa Sé.

A China não mantém relações diplomáticas com o Vaticano desde 1951 e os fiéis precisam frequentar igrejas sancionadas pelo Estado, lideradas por bispos que garantem lealdade a Pequim. Mas uma igreja paralela leal ao papa atua em segredo.

O bispo Jia Zhiguo, bispo católico secreto da Diocese de Zheng Ding, na província de Hebei, foi preso novamente por dois oficiais do governo, em sua casa, e foi levado a um local desconhecido, afirmou a Cardinal Kung Foundation, cuja missão é promover a Igreja Católica na China.

Leia mais no UOL.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE