Cristão chinês tem pedido de asilo negado

| 23/09/2005 - 00:00


O Quinto Circuito de Cortes de Apelos concordou com uma decisão da Comissão dos EUA de Apelos de Imigração para negar asilo a um cristão "de igreja doméstica" da China comunista.

De acordo com a Christian Freedom International (CFI - Liberdade Cristã Internacional), no mês passado Xiaodong Li teve seu asilo negado nos EUA porque ele era membro de uma igreja doméstica "ilegal".

Xiaodong fugiu  para os EUA procurando asilo depois que seu apartamento foi invadido pela polícia em Ningbo, China. A CFI relatou que Xiaodong foi espancado, chutado e submetido a choques com bastões elétricos até "confessar" à organização as reuniões da igreja doméstica cristã "não-autorizada".

De acordo com A CFI, revertendo uma decisão de uma pequena corte, os 11 membros da Comissão de Apelos de Imigração decidiram que Xiaodong foi punido por violar leis sobre "igrejas não-registradas" as quais a Comissão disse que a "China tem o direito legítimo de impingir".

A CFI relatou que a comissão concluiu que Xiaodong: "...temia a ação legal de processo, não de perseguição".

Mês passado, um grupo de três juízes do Quinto Circuito de Cortes de Apelos Federal confirmaram a decisão da comissão, relatou a CFI, dificultando muito as coisas para aqueles indivíduos que procuram asilo por causa da perseguição religiosa.

A corte decidiu que Xiaodong foi punido por "atividades ilegais, e não por sua religião".

De acordo com a CFI, como a maioria dos cristãos na China Comunista, Xiaodong cultuava em um movimento de igrejas domésticas "ilegais".

A CFI comentou: "A decisão do Quinto Circuito de Cortes deve ser derrubada. Essa decisão lança-se contra o rosto de tudo o que defende e em que se fundamenta o país. Os EUA têm uma longa e cultivada tradição de reconhecimento dos direitos dos indivíduos sobre os decretos de regimes totalitários. Na verdade, os EUA foram fundados por homens e mulheres que fugiam da perseguição religiosa. É triste que um grupo de oficiais não-eleitos, o Quinto Circuito de Cortes de Apelos e a Comissão dos EUA de Apelos de Imigração, tenham perdido a noção disto".

A CFI está pedindo a indivíduos que se preocuparam com o caso, para entrarem em contato com o promotor-geral Alberto Gonzales, e pedir que ele use sua influência para anular a decisão da Comissão de Apelos relacionada a Xiaodong Li.

Texto enviado por Daila Fanny


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE