Autoridades derrubam igreja

| 20/10/2005 - 00:00


As autoridades do estado de Kano demoliram uma igreja que atendia os oficiais em um quartel policial na cidade de Kano.
 
A Igreja Deeper Life Bible, localizada no quartel do Comando Policial Estatal de Kano, em frente à Base da Força Aérea Nigeriana, foi destruída em 4 de agosto.
 
Michael Agbahime, de 54 anos, o pastor da igreja, disse a Compass que as instalações - nas estimativas dele avaliadas em três milhões de nairas (cerca de 22 mil dólares) - foram demolidas por oficiais da Agência Estatal do Meio-ambiente de Kano e executores da lei islâmica, conhecidos como "hisba.
 
Os oficiais e suas famílias agora se reúnem para o culto na chuva ou sob o calor do sol. O número de membros baixou de 150 para 100, desde a perda do prédio.
 
Conforme o pastor Michael, as autoridades policiais nigerianas deram permissão à igreja para construir o santuário a pedido dos oficiais, o que é uma prática comum entre o país.
 
O pastor disse que as autoridades estaduais de Kano não explicaram o motivo da demolição.
 
"Até o momento, não recebemos nenhuma explicação do motivo pelo qual a igreja foi demolida, nem governo do estado de Kano informou às autoridades policiais sobre as razões das suas ações", disse o pastor.
 
Ele informou ainda que a igreja registrou uma ocorrência junto às autoridades policiais nigerianas e à Associação Cristã da Nigéria, uma organização de proteção que lida com assuntos do estado/igreja na Nigéria.
 
Ao lamentar os ataques incessantes contra cristãos e a demolição das igrejas em Kano, o pastor Michael disse que tal perseguição diminuiu a população das 12 congregações na cidade de Kano de seis mil membros, quatro anos atrás, para somente dois mil membros.
 
Segundo ele, a maioria dos cristãos na cidade foi morta ou desalojada. Em maio deste ano, dois pastores foram mortos quando extremistas muçulmanos atacaram os cristãos da cidade, acrescentou o pastor.
 
"Temos a terra que compramos, e depois de desenvolver as propriedades, os prédios da igreja foram queimados pelos muçulmanos", disse o pastor Michael. "Temos igrejas em Sharada e em outras partes da cidade de Kano que foram queimadas. Fizemos esforços para reconstruí-las, mas o governo do estado nos impediu. O governo não deu nenhum motivo para proibir a reconstrução dos santuários".
 
Ele acredita que o governo estadual destruiu os prédios a fim de criar um estado islâmico onde os cristãos fossem eliminados.
 
"Os cristãos no estado de Kano estão enfrentando dificuldades por causa da sharia, a lei islâmica", afirma ele. "Os muçulmanos aqui tomam para si a responsabilidade de impor a lei islâmica sobre nós, os cristãos, não importando se a queremos ou não".
 
O pastor Michael acrescentou que é impensável tentar colocar no ar um programa de rádio cristão na cidade e que os oficiais da igreja não buscam permissões para os prédios da igreja porque o governo nunca aprovaria suas solicitações.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE