Afegão que abandonou o Islã "poderá ser solto"

| 27/03/2006 - 00:00


O afegão que está sendo julgado na Justiça por ter se convertido ao Cristianismo deve ser solto enquanto o seu caso é revisto pela promotoria, segundo informações passadas à BBC.
Um oficial, que não quis se identificar, disse ao correspondente da BBC, em Cabul, que Abdul Rahman deve ser liberado, mas que há temores quanto a sua segurança.

Um juiz do Afeganistão decidiu, neste domingo, reavaliar o caso de Rahman por causa de relatos de que ele está mentalmente perturbado.

Na lei islâmica, um muçulmano pode ser condenado à morte por abandonar a sua fé (acusação conhecida como apostasia).

"Louco"

O porta-voz da Suprema Corte, Wakil Omari, disse à agência de notícias Associated Press que os relatos de insanidade partiram de familiares de Abdul Rahman.

Leia mais no BBC Brasil.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

Home
Lista mundial
Doe
Fale conosco