Bispos católicos protestam contra MTV por sátira sobre o papa

| 19/04/2006 - 00:00


A série de desenhos animados para a televisão Popetown, que narra a história de um papa excêntrico e um cardeal corrupto e criminoso que vendem órfãos para serem escravizados, vem agravando as relações entre bispos e grupos católicos alemães com a produtora privada norte-americana MTV.

Apesar dos protestos de católicos alemães e à censura que impediu a divulgação da série no Reino Unido e na Itália, a porta-voz da MTV na Alemanha, Marie-Blanche Stoessinger, declarou à agencia EFE, no sábado, que a produtora musical ainda tem planos de estrear Popetown (A cidade do
papa) no próximo dia 3 de maio.

A produtora sustentou, em comunicado distribuído nesta cidade, que  Popetown não reflete, de maneira alguma, a posição da MTV Networks sobre o catolicismo ou a Igreja Católica, mas que a série refere-se a uma forma de entretenimento satírico e, portanto, de arte.

A série de dez capítulos, produzida pela rádio-televisão pública britânica BBC com licenças para a transmissão na Itália, Alemanha, Áustria, Suíça, Austrália e Nova Zelândia só chegou a ser difundida na Nova Zelândia. No Reino Unido a BBC decidiu não transmiti-la e só a distribuiu em DVD.

A Conferência Episcopal alemã divulgou comunicado no qual condena com a máxima severidade a série e anunciou que recorrerá ao Conselho de Vigilância da Publicidade. Os bispos esperam, contudo, que a MTV desista de transmitir Popetown.

O Comitê Central dos Católicos Alemães (ZdK) denunciou, na semana passada, a iminente difusão do programa e convocou um boicote contra a MTV. O Arcebispado de Munique anunciou ações legais contra a produtora musical, destacando que uma calúnia das crenças cristãs não é admissível.

A MTV publicou na revista TV Today uma página publicitária que mostra Jesus com a coroa de espinhos e feridas sangrentas, sentado numa poltrona olhando televisão, sob o lema rir-se em lugar de tornar-se preguiçoso .

Segundo o resumo difundido pela MTV, a série conta a história de um papa louco e senil, e de um cardeal criminoso que causam mortes indesejadas-desejadas, escravidão de crianças e outros casos estranhos, com os quais o padre Nicholas, responsável pela organização interna do Vaticano, precisa lidar.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE