Ex-muçulmano é vítima de falsas acusações

| 04/08/2006 - 00:00


Em abril deste ano, sete ex-muçulmanos, que abraçaram a fécristã,  foram batizados em Modhupur, distrito de Tangail, Bangladesh. Se,por um lado, o evento foi glorioso, por outro, ele intensificou as pressõessociais contra a Igreja no distrito. Um a um, os ex-muçulmanos batizadosabandonaram sua fé por causa da perseguição. Apenas dois, Monwar e Monsur,permaneceram fiéis em participar dos cultos semanais, apesar das ameaças dacomunidade local.

No dia 19 de julho, surgiu um conflito quando umprofessor da região e o tio de Monwar, um muçulmano chamado Juran, fizeramfalsas acusações contra a família de Monwar. As acusações envolviam posse ilegalde armas, apropriação ilegal de terra e agressão. Uma delas  está relatadaabaixo:

"Monwar é um gângster armado, que cria atrocidades na vila. Nodia 12 de julho, às 9 horas, Monwar tentou construir uma pilastra em nossoterreno. A propriedade fica na vila de Hasil, no distrito de Tangail, e eletinha adquirido a terra de forma ilegal. Minha esposa, Kohinur, que estavagrávida, veio para detê-lo. Monwar agarrou-a pelos cabelos, chutou-a na barriga,e esfaqueou-a no peito com uma grande faca de ferro. Insatisfeito, Monwarjogou-a no chão, tentando claramente matá-la. Ele também arrancou um colar deouro do pescoço da minha esposa, que valia sete mil takas (1.048,38 dólares).Havia testemunhas diretas do incidente."

Monwar negou as acusações.Kohinur, a esposa, foi de fato ferida e hospitalizada, mas não foi Monwar oresponsável por isso, como alegou o marido dela.

O pastor local tentouintervir e resolver a situação, mas foi em vão. Notícias do incidenteenfureceram os líderes muçulmanos da área e eles se tornaram mais contrários aoscristãos. No dia 27 de julho, a loja de Monwar foi roubada. Monwar e sua famíliafugiram para outra vila, sob a ameaça de serem presos pela polícia.

Kohinur, a esposa, foi de fato ferida e hospitalizada, mas não foiMonwar quem fez isso, como afirmaram.

POR FAVOR, ORE

 Por Monwar e sua família: Peça que a justiçae a defesa de Deus prevaleçam nessa situação. Ore também para que eles sejamprotegidos de danos indevidos.

 Pelos cristãos no distrito de Tangail:Peça a Deus para fortalecê-los durante essa provação. Ore para que eles fiquemfirmes em sua fé apesar da perseguição.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE