Três cristãos serão executados por crimes sectários na Indonésia

| 09/08/2006 - 00:00


Três indonésios cristãos serão executados no sábado, condenados à morte por incitar mais de 100 assassinatos sectários cometidos em 2000 nas ilhas Sulawesi, informa hoje a imprensa local.

Fabianus Tibo, Dominggus da Silva e Marinus Ribu foram condenados à pena máxima pelo tribunal de Palu. Os três foram considerados responsáveis pela morte de pelo menos 122 pessoas nos confrontos de julho de 2000 entre as comunidades cristã e muçulmana de Sulawesi.

Os juízes também condenaram os réus pela destruição de aldeias e a queima de 4 mil casas.

Após dar por esgotados todos os procedimentos legais para evitar o cumprimento da condenação, a Promotoria de Palu enviou aos parentes dos três condenados cartas especificando o dia e a hora da execução.

Segundo a carta, publicada pelo site Detik, os três serão executados por um pelotão de fuzilamento na madrugada de 12 de agosto.

Entre 2000 e 2002, cerca de mil pessoas morreram em Sulawesi por causa dos violentos confrontos entre as comunidades cristã e muçulmana. O conflito sectário foi acalmado após a assinatura de um acordo de paz, no início de 2002, mas ressurgiu poucos meses depois.

PEDIDO DE ORAÇÃO

Os três condenados alegam inocência. Eles foram os únicos a ser julgados pelos conflitos de 2000 e há indícios de que houve várias irregularidades durante o julgamento (leia). Protestos fizeram com que a execução chegasse a ser adiada (leia) e eles apelaram da sentença por duas vezes, mas não obtiveram sucesso (leia).

Agora, eles contam apenas com as orações de todos os cristãos ao redor do mundo. Peça a Deus que os revista de paz, os sustente e se revele a eles em todo seu amor e justiça nos próximos dias.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE