Igreja Batista é impedida de realizar seminário literário

| 23/08/2006 - 00:00


As autoridades birmanesas informaram à Igreja Batista Kachin, em Rangoon, que ela não poderia realizar o seminário literário programado para o dia 19 de agosto porque não tinha obtido permissão oficial.

A igreja, filiada à Convenção Batista Kachin, realizou seminários semelhantes nos últimos quatro anos sem precisar obter permissão oficial, declarou um pastor ao "The Irrawaddy". Este ano, a igreja tinha sido informada de que seria preciso "buscar primeiro a permissão da autoridade", disse o pastor, que pediu para não ser identificado.

O seminário deste ano tinha como objetivo alcançar os jovens e contaria com a participação de dois conhecidos escritores birmaneses, Ko Tar e Chit Oo Nyo.

Violação da liberdade religiosa

A Igreja Batista está sob observação das autoridades, que chega a fiscalizar o andamento do culto de domingo, informou um membro do grupo.

No ano passado, o governo militar de Mianmar ordenou que a Assembléia do Evangelho Pleno encerrasse todas as suas atividades, inclusive os cultos semanais. Essa igreja vinha crescendo rapidamente no centro da capital, Rangoon.

Embora a junta militar do país afirme a existência da liberdade de culto, grupos cristãos internacionais condenam as ações do governo contra as igrejas birmanesas. O Departamento de Estado dos Estados Unidos também acusou a junta de severa violação da liberdade religiosa e designou Mianmar como um "país de preocupação específica" sob o Ato Internacional de Liberdade Religiosa.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE