Líderes judeus etíopes pedem expulsão de missionários cristãos

| 19/10/2006 - 00:00


Líderes espirituais da comunidade de judeus negros provenientes da Etiópia começaram uma campanha para expulsar os membros que operam como missionários cristãos, informa nesta quinta-feira o jornal Jerusalem Post.

Os dirigentes de cerca de 70 mil judeus de origem etíope, que estão entre as classes mais humildes da sociedade israelense, anunciaram a elaboração de uma lista negra com o nome dos missionários que, clandestinamente, tentam aproximá-los da igreja etíope.

Os cristãos do país têm uma capela na Terra Santa ao lado da entrada do Santo Sepulcro, na cidade de Jerusalém, e uma grande basílica na rua dos etíopes, do lado ocidental, que ganhou vida graças aos imigrantes.

O pior castigo para um etíope é que o condenem ao ostracismo, disse Itzhak Zagai, rabino chefe do grupo na cidade de Rehovot.

Leia mais na Folha Online.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE