Cristãos quenianos jejuam em favor de estação de rádio

| 12/12/2006 - 00:00


Cristãos da Igreja Pentecostal de Nairóbi (NPC, sigla em inglês) começaram, no dia 10, um jejum de três dias, depois que uma carta enviada ao bispo da igreja advertia de um iminente ataque contra a rádio cristã Esperança FM. Essas ameaças acontecem sete meses depois de uma invasão à emissora, que deixou uma pessoa morta. A rádio funciona nas dependências da igreja.

O bispo da NPC, Boniface Adoyo, convocou o jejum em uma carta lida aos membros da igreja no domingo, dizendo que a carta ameaçadora também mencionava outras igrejas como alvos, sem razões específicas.

"Por isso estamos encorajando vocês a orarem e jejuarem", disse o bispo Boniface.

Na sexta-feira, 8, o pastor mais antigo da igreja, David Oginde, se reuniu como oficiais do governo em Nairóbi, os quais prometeram iniciar uma investigação sobre a autoria da carta.

"Não podemos divulgar o conteúdo, uma vez que a carta está sob investigação", disse o pastor Oginde depois de se reunir com James Waweru, comissário de Nairóbi.

Ato criminoso

Em 12 de maio, oito homens armados atacaram a emissora (leia mais). Eles balearam e mataram um guarda, feriram três outras pessoas e queimaram parte do prédio depois da transmissão de um programa que compara os ensinos da Bíblia com os do Alcorão.

Embora o governo tenha sido rápido em rejeitar uma conexão religiosa com o ataque, os cristãos não estão convencidos, já que o ataque aconteceu exatamente depois do programa. De acordo com fontes da emissora, o programa "Jesus é o caminho" tem uma grande audiência entre os muçulmanos. Ele vai ao ar entre 20 e 22 horas, e o ataque começou as 22h20.

De acordo com o um guarda que escapou ferido do ataque, os oito homens mascarados atiraram furiosamente até que a emissora deixou de receber telefonemas. A igreja e os oficiais do governo condenaram o ataque e avisaram cristãos e muçulmanos para não deixar que isso se transformasse num conflito religioso.

De acordo com fontes próximas à emissora, os homens armados entraram na igreja pelo portão de trás e esfaquearam um segurança. Para abafar os gemidos, eles atiram no homem e o mataram. Em seguida, eles atiraram em um segurança que estava em frente ao estúdio da Esperança FM e amarraram as mãos de um outro, antes de jogá-lo no fogo.

O guarda que foi amarrado ficou seriamente queimado, e um dos apresentadores que estava no ar levou um tiro na mão direita. Os assaltantes jogaram gás e atearam fogo, resultando na danificação de parte do prédio.

"O governo condena esse ataque. É um ato criminoso", foram as palavras de Alfred Mutua, um porta-voz do governo após visitar a estação. "Estamos pedindo que os líderes religiosos não digam palavras em suas pregações que possam gerar violência".

Até agora ninguém foi preso pelo ataque.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE