Luta dos cristãos na Síria

| 09/01/2007 - 00:00


Um representante da Christian Solidarity International (CSI) disse que a antiga maioria cristã da Síria agora está sendo transformada em uma pequena e assustada comunidade. De acordo com as notícias, milhares de cristãos estão fugindo do Iraque para a Síria, mas a Síria não proporciona um refúgio seguro para os cristãos.

Keith Roderick, representante da CSI em Washington, diz que a maioria dos cristãos no Ocidente não percebe que a opressão e a discriminação contra os seguidores de Cristo são excessivas na Síria, onde "cristãos não possuem direitos iguais e assumem uma posição de segunda classe dentro da sociedade". Na Síria e em outros lugares do Oriente Médio, disse ele, os cristãos são seqüestrados, violentados, torturados e mortos, e, além disso, sujeitos à opressão econômica bem como a perseguição religiosa.

Por exemplo, notou Keith, os cristãos na Síria sofrem discriminação nos empregos. Mesmo em escolas religiosas, incluindo escolas cristãs, os diretores têm de ser muçulmanos. "O presidente do país tem que ser muçulmano, uma vez que o islã é o guia da constituição."

Em outras palavras, na Síria, "em todos os casos, as coisas não são iguais para os cristãos", explica o representante da CSI. E o Ocidente, diz ele, precisa parar de ignorar a perseguição dos cristãos nessa sociedade muçulmana.

O escritor e pastor americano Rick Warren recentemente esteve com autoridades sírias. Ele foi citado pela mídia descrevendo o país como uma nação moderada. Entretanto, Keith diz que a Síria não é nem um pouco moderada quando se trata de liberdade religiosa.

Keith acha que é um prejuízo quando líderes religiosos vão para Damasco se encontrar com o governo e são usados politicamente. "Penso eu que se trata de um grande desserviço aos cristãos que estão na Síria bem como outros cristãos no Oriente Médio." Ele classifica os cristãos inseridos nas sociedades islâmicas como "uma minoria inconveniente", e diz que eles são "uma minoria vulnerável, escolhida para ser alvo da violência".

De acordo com a CSI, os cristãos compreendem cerca de 10% da população da Síria, e estatísticas recentes da ONU revelaram que 36% dos iraquianos que fugiram para a Síria eram cristãos.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE