Patriarcas cristãos clamam pelo fim da violência

| 20/06/2007 - 00:00


Os patriarcas cristãos de Jerusalém pediram, em um comunicado conjunto, que o Hamas e o Fatah parem com a guerra fratricida na Faixa de Gaza, depondo as suas armas e chegando a um acordo pacífico para acabar com a ocupação israelense nos territórios palestinos.

Em nome do Deus único, assim como em nome de cada vítima palestina, muitas das quais continuam a morrer, pedimos a nossos irmãos dos movimentos do Fatah e Hamas escutar a voz da razão e da verdade, defende o comunicado.

Na mensagem, líderes religiosos e representantes da minoria cristã palestina perseguida imploram o fim de todos os combates sanguinários e o retorno à mesa de negociações para tentar superar as divergências.

Queremos destacar que há mais coisas em comum do que diferenças entre as duas partes, afirma o chamado dos patriarcas. A causa nacional pelo território deve ser algo maior do que qualquer outra coisa.

Os líderes cristãos pedem que os dois movimentos deponham as armas e se comprometam a pôr um fim à ocupação israelense de uma maneira pacífica, baseada em princípios nacionais e no direito internacional, para garantir a liberdade de toda a população, com um Estado palestino independente e com capital em Jerusalém.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE