Depredadores de igreja são presos em Chiapas

| 07/08/2007 - 00:00


Oficiais da Segurança Pública do Estado de Chiapas prenderam 14 católicos tradicionalistas, que praticam uma mistura de religião tradicional maia com o catolicismo romano. Eles haviam destruído a Igreja Pentecostal Príncipe da Paz em Nishnamtic, em San Juan Chamula, perto de San Cristobal de las Casas. A motícia foi dada à agência de notícias Compass pelo pastor evangélico e procurador Esdras Alonso Gonzalez.

Em retaliação, os líderes da vila de Nishnamtic - ou caciques - prenderam em 22 de julho cinco cristãos evangélicos; estes líderes por outro lado foram presos na manhã do dia seguinte e os cristãos foram liberados, de acordo com o gabinete do procurador do Estado.

No mesmo dia, 23 de julho, os católicos tradicionalistas de Nishnamtic prenderam ilegalmente sete mulheres cristãs evangélicas, incluindo uma com um bebê de 9 meses, na prisão municipal de San Juan Chamula. Todos foram resgatados pelas autoridades.

“As sete mulheres foram detidas em resposta à operação de resgate dos cinco cristãos evangélicos em Nishnamtic”, informou o gabinete do procurador. Por essa razão, o governo de Chiapas prendeu outros líderes da vila.

A declaração do procurador-geral de Chiapas não mencionou a demolição da igreja, dizendo apenas que, em coordenação com os funcionários do Ministério de Segurança Pública, os cristãos evangélicos presos pelos católicos tradicionalistas por “se recusarem a pagar as taxas para o festival do santo padroeiro da cidade” haviam sido resgatados.

Boicote de água

“Por esta razão”, continua a declaração, “as autoridades dos católicos tradicionalistas negaram o acesso delesà água potável e aos serviços de educação”.

De acordo com o pastor Esdras, “a declaração do governo não faz nenhuma menção ao fato de a prisão dos caciques católicos tradicionalistas estar relacionada com a destruição da igreja”.

Entre os católicos presos pela destruição estão Julio Gómez Hernández, presidente do comitê de Educação; Salvador Gómez Pérez, segundo comissário municipal; Domingo Gómez Díaz, primeiro comissário municipal; Manuel Gómez Pérez, representante da água potável; Miguel Hernández Jiménez, do comitê de Educação; e Domingo Gómez Gómez, secretário do comitê de Educação.


O pastor Esdras disse que esta é a segunda igreja destruída por católicos tradicionalistas em San Juan Chamula neste ano; em 14 de abril, eles demoliram a Igreja Pentecostal de Las Ollas.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

Home
Lista mundial
Doe
Fale conosco