Mãe do pastor Huiqi, 77 anos, necessita de cuidados na prisão

| 20/08/2007 - 00:00


Shuang Shuying, 77 anos, que está presa desde fevereiro, condenada a dois anos de prisão por um tribunal de Beijing, por supostamente ter destruído a porta de uma viatura policial, está em uma condição de saúde “preocupante”, segundo familiares e membros de sua igreja. Ela é mãe do pastor Hua Huiqi.

“As mãos dela estavam tremendo e ela parecia muito pálida. Ela pesava 55 kg e agora está com 40 kg”, disse a cunhada dela, Wei Jumei, em uma carta distribuída pela Associação de Ajuda à China (CAA, sigla em inglês). Saiba mais sobre o caso.

“As zombarias e abusos verbais que ela vem sofrendo dos demais detentos, além do terror da polícia e da pressão psicológica fizeram com que esta senhora de idade sofresse ainda mais", disse Wei.

A CAA não conseguiu localizar as autoridades chinesas responsáveis para comentar o caso. Tanto o pastor Huiqi como sua mãe são muito ativos na defesa de cristãos perseguidos e de outros grupos socialmente oprimidos na China.

Chantagem

Cristãos chineses contaram que os policiais disseram ao filho dela, o pastor Hua Huiqi, que Shuang continuará presa, como uma espécie de "refém", até que ele acabe com sua luta pela liberdade de culto e com o ministério de pregação em igrejas domésticas.

O pastor Hua Huiqi, que também é um ativista de direitos humanos internacionalmente conhecido, foi libertado no último dia 25 de julho depois de passar seis meses na prisão por “distúrbio da ordem social" (leia mais).

Em uma carta, Wei disse que está preocupada porque "Shuang tem diabetes séria, pressão alta, catarata e nevralgia em nervos periféricos."

Ela conclamou a comunidade cristã internacional para que todos orem por Shuang Shuying, e apelem ao governo chinês por sua libertação. Wei também pediu aos cristãos para intercederem pela polícia chinesa, o governo e também por todos os prisioneiros detidos.

O presidente da CAA, Bob Fu, disse que os últimos acontecimentos são suficientes para que a comunidade internacional proteste contra essa injustiça praticada a esta senhora cristã doente, anciã, por meio de cartas e telefonemas às autoridades chinesas.

“O momento é particularmente oportuno, visto que a China é a grande anfitriã de 2008 por conta dos Jogos Olímpicos”, disse Bob Fu.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE