Pastor batista é assassinado na África do Sul

| 20/09/2007 - 00:00


No início do ano, a cidade de Masiphumelele, na África do Sul, foi palco de um tiroteio que resultou na morte de um pastor batista, de uma jovem recém-batizada e no suicídio do assassino.

Depois de aberta a congregação de Masiphumelele, pela igreja batista Fish Hoek, o pastor Mokson tinha o desafio de pastorear essa pobre comunidade da província de Cabo Oriental.

Ele foi pioneiro em abordar temas de prevenção, cuidado e tratamento contra o HIV/AIDS e também no desenvolvimento comunitário através da educação e programas relacionados à saúde.

“Foi um incidente horrível e devastador”, disse Wendy Ryan, diretora de comunicação da Aliança Batista. membro da igreja batista de Masiphumelele.

Ela contou que pessoas de todo o mundo conheciam o pastor Mokson e seu enorme trabalho social. A comunidade local ainda está em choque e pede orações de todos os irmãos ao redor do mundo.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE