Proprietário de livraria cristã é preso com funcionários

Oficiais do Departamento de Segurança Pública de Beijing detiveram na semana passada o proprietário de uma livraria cristã localizada perto da Vila Olímpica, e seus empregados, de acordo com informações de um homem de negócios que é amigo desse cristão.

Ray Sharpe disse que as autoridades detiveram Shi Weihan, de 37 anos, e confiscaram a literatura cristã da loja e os livros pessoais que ficavam na casa dele.

As autoridades do distrito de Haidian, uma subsede do Partido Comunista, se recusaram a explicar à família onde ele estava e os motivos pelos quais ele ainda era mantido preso.

Shi Weaihan nunca havia tido problemas com as autoridades antes. Sua livraria funcionava legalmente e ele só vendia livros cristãos que possuíam autorização expressa do governo.

As autoridades também confiscaram o computador e os registros financeiros da loja.

“O governo não pode maquiar que deseja ser livre”, criticou Ray Sharpe ao Compass.

Atos arbitrários antes da Olimpíada

“Tanto a loja como a casa dele ficam próximas à Vila Olímpica e na minha opinião é isso que eles vão fazer e que já fizeram em todas as recentes detenções, pois não querem ouvir uma única voz dissidente durante os Jogos Olímpicos”, disse Ray Sharpe.

Shi também trabalha como agente de viagens e as autoridades chinesas também estão investigando o trabalho dele de trazer estrangeiros à China.

A esposa dele, Zhang Jing, e diversos empregados foram detidos e depois soltos, mas uma funcionária, Tian Hongxia, ainda permanece sob custódia.

“O pai dela foi severamente machucado no momento em que ela era detida em sua casa”, disse Sharpe. “Havia um filho de três anos de idade que presenciou toda a cena”.

Bob Fu, presidente da Associação de Ajuda à China (CAA, sigla em inglês) disse em um comunicado que o caso de Shi não foi um incidente isolado.

“Nós pedimos que toda a comunidade internacional se mobilize para pedir o cumprimento da lei e para que o senhor Shi seja imediatamente solto”, disse Bob Fu.

Presa com as filhas

A esposa de Zhang foi detida por duas vezes. A primeira no momento em que os guardas invadiram sua casa e encontraram livros cristãos. Na outra vez, ela foi presa junto com as duas filhas.

Uma de suas filhas, En Mei, tem 7 anos e nasceu nos EUA. Por isso possui passaporte norte-americano. A Embaixada dos EUA disse que vai interceder junto às autoridades chinesas. A outra filha tem 11 anos.

Fontes cristãs estão preocupadas com Shi, que possui diabetes e pode sofrer um choque. Nenhuma informação sobre o estado de saúde dele foi fornecida.