Cinco cristãos seqüestrados pelos talibãs são soltos

Cinco cristãos seqüestrados no dia último dia 4 de janeiro por militantes talibãs na província de Waziristan já foram libertados depois de uma intensa "pressão política".

Altaf Masih, Pingar Masih, Emanuell, Sakhawat Masih e o seu filho Imran Masih viajavam de Wana para Der, quando homens cercaram o veículo em que eles estavam e os capturaram.

De acordo com fontes locais, o seqüestro foi orquestrado por Baitullah Mehsud, o chefe talibã do terrorismo afegão. Além disso, o governo do Paquistão acredita que ele seja o responsável pela morte de Benazir Bhutto, a líder da oposição paquistanesa, morta em 27 de dezembro em um atentado cujas circunstâncias ainda passam por investigações.

Peter Jacob, da Comissão Nacional por Justiça e Paz do Paquistão, disse ao Asia News que os cristãos "têm sofrido intensa perseguição e morte por parte de pequenos grupos de militantes islâmicos".