Pastor é morto a tiros em emboscada

Felomino Catambis, 60 anos, pastor da Igreja Unida de Cristo na Filipinas (UCCP), foi morto a tiros por dois homens que estavam em uma motocicleta na quarta-feira passada. O crime ocorreu na cidade litorânea de Abuyog, na província de Leyte, segundo a polícia.

De acordo com os resultados preliminares da investigação, dois homens em uma motocicleta chegaram ao líder cristão que viajava de carro nas proximidades de Abuyog. Depois de atirarem, eles fugiram.

Cartuchos vazios de calibre 9mm foram encontrados no local da emboscada. Os investigadores locais ainda estão tentando determinar o motivo do crime. Mas há fortes suspeitas de perseguição religiosa.

Ontem foi solto da prisão Norberto Manero Jr. Ele assassinou o clérigo Tullio Favali, missionário do Instituto Pontifíco para Missões Estrangeiras, no dia 11 de abril de 1985, em Tulunan.

De acordo com Peter Geremia, colega de Favali, o assassino "se arrependeu do que fez e de agora em diante será um exemplo de redenção."