Aldeia cristã sofre ataque brutal de vizinhos extremistas

Uma aldeia predominantemente cristã de Horale foi atacada na noite de 2 de maio por uma multidão de extremistas muçulmanos de Saleman, uma aldeia vizinha.

Os extremistas puseram fogo em 120 casas, três igrejas e na escola da aldeia. Foram mortos quatro cristãos e 56 ficaram feridos. Foram destruídos quinze hectares de plantações, como também 20 barcos de pesca e dois barcos a motor.

Três das quatro vítimas tiveram as gargantas cortadas. Uma senhora de 47 anos, Welhelmina Pattiasina, foi torturada primeiro e a neta dela, Yola, de apenas seis anos, teve a barriga aberta.

Edward Unwaru, de 84 anos, foi queimado até morrer depois que a garganta dele foi cortada. Uma quarta vítima, Josef Laumahina, de 39 anos, foi cortado e lançado às chamas. Aldeia de Horale abriga 175 famílias, num total ao redor 2300 pessoas.

Patrick Sookhdeo, diretor internacional do Barnabas Fund, comentou: "Horale fica em uma área remota na ilha de Seram, na província de Ma luku. Essas áreas têm sido alvos de vários incidentes semelhantes nos últimos cinco meses.

A província de Maluku enfrentou uma intensa campanha violenta anticristã entre 1999 e 2001 e teme que essa situação possa se repetir novamente. Por favor ore pelo retorno das relações harmoniosas e da paz na região."

Felizmente a polícia destacou um grande contingente para policiar as duas aldeias e impedir que novas atrocidades ocorram na região.

Pedidos de Oração:

1. Ore pelos cristãos de aldeia Horale. Muitos perderam as casas e tudo o que eles possuíam. Interceda especialmente pela família e amigos de Welhelmina, Yola, Edward e Josef, mortos no ataque. Peça para que Deus os conforte, e que Ele os sustente. Ore também para que todos os feridos sejam curados.

2. Ore para que os cristãos de Horale tenham graça, possam perdoar e amar os inimigos deles.

3. Agradeça a Deus pelo fato de as autoridades indonésias estarem prontas para enviar um grande contingente de policiais para guardar o espaço geográfico entre as duas aldeias.