Navios com ajuda humanitária são impedidos de entrar no país

| 05/06/2008 - 00:00


O comando militar dos Estados Unidos ordenou hoje aos navios com ajuda humanitária enviada a Mianmar a deixarem a costa do país asiático após a Junta Militar recusar a ajuda aos sobreviventes do devastador ciclone Nargis. Um mês depois da catástrofe, calcula-se que quase um milhão de desabrigados continuam sem acesso à ajuda humanitária.

O almirante Timothy Keating, chefe do Comando Pacífico dos EUA, anunciou por meio de comunicado que o USS Essex e as embarcações que o acompanham deixarão a área depois de mais de dez tentativas fracassadas de obter autorização para entrar em águas territoriais birmanesas e entregar a ajuda.

A Junta Militar recusou-se a conceder permissão, alegando temer uma invasão americana para apoderar-se das ricas reservas de petróleo e gás natural do Mar de Andaman. Os generais que lideram a junta proibiram até mesmo o uso de helicópteros fornecidos por nações vizinhas amigas, apesar de o transporte aéreo ser crucial para a entrega de ajuda a isolados sobreviventes no delta do Rio Irrawaddy.

O líder do regime birmanês, general Than Shwe, se comprometeu há duas semanas com o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, a agilizar a distribuição do material e permitir o acesso sem impedimentos ao delta de todos os voluntários estrangeiros.

No entanto, nove helicópteros civis das Nações Unidas autorizados pela Junta Militar há duas semanas para transportar comida e remédios ao delta do Rio Irrawaddy ainda não deixaram Bangcoc. O porta-voz do Programa Mundial de Alimentos da ONU em Bangcoc, Paul Risley, indicou ontem que os aparelhos estarão aptos a decolar da Tailândia no final de semana.

Pedidos de Oração:

* Ore para que os cristãos possam dar um bom testemunho diante desta situação e tenham suas necessidades emergenciais providas, sem discriminação

* Ore para que a ajuda humanitária realmente chegue ao destino dos mais necessitados, sem que haja qualquer desvio ou corrupção

* Ore para que o coração dos generais que controlam Mianmar seja amolecido e para que eles tenham bom senso ao tomar decisões

* Ore para que o Senhor se manifeste poderosamente neste país. Interceda contra toda iniciativa do inimigo que tente impedir a ajuda ao povo e a comunhão dos cristãos. Ore para que eles estejam unidos em Jesus, deixando de lado divergências políticas, teológicas e hostilidades históricas. Que o amor de Jesus seja o árbitro para as decisões e ações práticas.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE