Extremistas budistas em campanha discriminatória contra cristãos

Extremistas budistas convidaram residentes de Middeniya, uma cidade no distrito de Hambanthota, no sul do Sri Lanka, para assistir a uma reunião anticristã no domingo, 22 de junho, onde eles prometeram "expor a grande conspiração cristã."

No decorrer da semana, os extremistas ergueram cartazes e bandeiras anticristãs e celebraram quatro pequenas reuniões para convidar as pessoas e estimularem a curiosidade delas para o grande encontro do domingo.

Uma reunião semelhante realizada em uma escola pública teve conseqüências rápidas. Estudantes bateram em uma colega cristã, de acordo com a Aliança Cristã Evangélica Nacional do Sri Lanka (NCEASL), que está traumatizada.

Cristãos que freqüentam as Assembléias de Deus (AOG) em Middeniya temem que a campanha possa de fato levar à violência e a discriminação contra a pequena minoria cristã da cidade. Extremistas ordenaram que os lojistas não vendessem comida aos cristãos e motoristas de táxi foram encorajados a não os aceitarem como passageiros.

Como resultado de tal discriminação, o pastor da assembléia de Deus local, a esposa dele e três crianças são as prisioneiras virtuais na própria casa deles, de acordo com a NCEASL.

Campanha discriminatória

Os extremistas budistas penduraram bandeiras grandes e cartazes ao longo da cidade e até mesmo em aviões públicos proclamando "Os budistas estão em perigo! Salvemos Middeniya dos fundamentalistas!”.

Na reunião anticristã celebrada em uma escola pública onde a maioria vasta dos estudantes é budista, o diretor encorajou os estudantes a assistisrem a reunião no domingo e os advertiu a não comparecerem a reuniões e celebrações cristãs.

Depois da fala do diretor, os estudantes viraram para uma colega cristã, puxaram o cabelo dela e começaram a bater nela. A criança ficou traumatizada e agora tem medo de voltar à escola. Sentimentos anticristãos parecem estar se espalhando pelo distrito, com bandeiras e cartazes semelhantes que já são erguidos na cidade vizinha Weraketiya.