Estudantes de teologia são transferidos para prédio abandonado

| 09/11/2008 - 00:00


Mais de mil estudantes da Escola Evangélica de Teologia de Arastamar (SETIA) no leste de Jacarta mudaram para um prédio abandonado da prefeitura depois de sua escola ter sido atacada.

Em 25 de julho, o prédio da SETIA foi violentamente atacado. A polícia não conseguiu deter os agressores, e, então, nos dois dias seguintes, o prédio foi evacuado. Os alunos foram alojados, segundo ordens do prefeito, no acampamento Bumi Perkemahan Cibubur.

O principal motivo para o ataque foi o fato dos mulçumanos daquela região se sentirem “perturbados” com a presença da faculdade cristã. Eles querem que ela mude para outra região.

Onze semanas depois, em 14 de outubro, a direção do acampamento exigiu que os estudantes deixassem o local, sendo transferidos para a ex-prefeitura.

O gerente do acampamento, Umar Lubis, enviou uma carta ao diretor da SETIA, Matheus Mangentang, no dia 6 de outubro, pedindo que os estudantes desocupassem o local antes de um evento que estava marcado para acontecer no acampamento entre os dias 18 e 27 de outubro. Umar encaminhou uma cópia da carta para Fauzi Bowo, o governador de Jacarta.

Os estudantes mudaram-se para a antigo prefeitura, mas o edifício ainda está em falta de muitas comodidades básicas, de acordo com os funcionários. Eles têm carregado água no edifício em grandes tambores de plástico para tomar banho, lavar e cozinhar.

Um membro da equipe disse que a água é lodosa e não era adequada para o banho.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE