Campanha de Ações Institucionais pela Argélia tem bons resultados

| 12/11/2008 - 00:00


Líderes da Associação das Igrejas Protestantes da Argélia foram a Londres para relatar aos parlamentares como os cristãos argelinos estão sendo perseguidos.

O encontro foi realizado em 10 de novembro no Parlamento britânico, e foi dirigido pelo Lorde Bates de Langbaurgh. Vários membros do Parlamento estavam presentes no encontro. Os dois líderes argelinos também se encontraram com o Ministro das Relações Exteriores e de Assuntos Relativos à Comunidade, Bill Rammel, em seu escritório, para discutir a situação da Argélia.

A iniciativa se deu após uma campanha de Ações Institucionais realizada pela Portas Abertas, da qual participaram cerca de 2.500 pessoas, escrevendo para a Embaixada da Argélia em relação à lei religiosa “Decreto 06-03”. Essa lei proíbe qualquer atividade cristã fora dos templos reconhecidos pelo Estado, bane literatura cristã de todo tipo e proíbe toda tentativa de evangelizar mulçumanos.

No último ano, aproximadamente metade das quase 50 igrejas protestantes do país foram obrigadas a fechar suas portas, e mais de uma dezena de cristãos sofreram ameaça e perseguição por parte de autoridades. Desde que a campanha da Portas Abertas começou, as igrejas pararam de ser fechadas, apesar de várias pessoas terem sido processadas.

Neste ano, mais de cem membros do Parlamento britânico assinaram uma proposta na Câmara, expressando sua preocupação em relação à liberdade religiosa na Argélia.

A iniciativa da Portas Abertas está atraindo cada vez mais o apoio de parlamentares de vários partidos políticos. No início do mês, o parlamentar Jeffrey Donaldson apoiou a campanha de Ações Institucionais em favor dos cristãos em Orissa, na Índia, onde mais de 50 pessoas foram mortas em poucos dias. Ele e outros 50 parlamentares escreveram ao Secretário de Relações Internacionais, David Miliband, exigindo uma intervenção urgente para ajudar a impedir mais ataques.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE