Saldo de mortos em confrontos na Nigéria sobe para cerca de 400

Os moradores da cidade de Jos, no centro da Nigéria, levaram mais corpos à principal mesquita local neste domingo, elevando o saldo de mortes em dois dias de confrontos entre muçulmanos e grupos cristãos para cerca de 400 pessoas.

Grupos rivais étnicos e religiosos queimaram casas, lojas, mesquitas e igrejas. A luta foi motivada por uma disputada eleição na cidade, que fica na encruzilhada do norte muçulmano e do sul cristão do país. É o pior distúrbio na Nigéria em anos.

Murtala Sani Hashim, que tem registrado os mortos à medida que são levados à principal mesquita da cidade, disse à Reuters ter listado 367 corpos e que mais estavam chegando. Dez cadáveres envolvidos em cobertores, dois deles crianças, jaziam a seu lado.

Um médico de um dos principais hospitais da cidade disse ter recebido 25 corpos e 154 feridos desde o início do conflito.

Leia matéria completa aqui.