Natal na Índia: segurança e solidariedade com os cristãos em Orissa

As celebrações públicas de Natal foram canceladas por questões de segurança. A decisão foi tomada pelo bispo da diocese de Lucknow, capital de Uttar Pradesh.

O bispo Gerald Mathias cancelou a apresentação tradicional dedicada aos cristãos que, por anos, acontecia no pátio da catedral de São José. A celebração atraía 50 mil pessoas, incluindo hindus.

O motivo para tal decisão está relacionado ao crescente clima de conflito, em virtude da eleição geral que se aproxima. A data da eleição está projetada para ser entre abril e maio de 2009.

O vigário geral da diocese, padre Ignatius D’Souza, explica que “toda vez que há eleições gerais, existem pessoas querendo causar alvoroço”, e a ocasião das festividades pode se tornar uma oportunidade para ataques.

O bispo de Lucknow também suspendeu a reunião tradicional com as autoridades do governo para a troca de cumprimentos de fim de ano e também as reuniões com os clérigos da diocese.

Toda a Igreja indiana está convidada a celebrar o Natal de forma amena. A instrução de  evitar “ostentação” foi dada pela conferência de bispos.

O secretário geral da Conferência de Bispos Católicos da Índia, arcebispo Stanislaus Fernandes, relembrou a todos os fiéis sobre a essência da celebração, como sinal de “solidariedade aos cristãos de Orissa e ao sofrimento que nosso país enfrenta após o ataque em Mumbai, em um espírito de companheirismo por todas as vítimas.”