Coreia do Norte pode lançar míssil em direção ao Japão

| 08/02/2009 - 00:00


A Coreia do Norte pode estar se preparando para usar o local de seus lançamentos de mísseis anteriores, na costa leste, para atirar o seu míssil de maior alcance, provavelmente na direção do Japão, segundo reportagens publicadas na quarta-feira.

Os relatos de um possível lançamento vêm depois de ameaças direcionadas a Seul e a Washington, consideradas por alguns analistas como uma maneira de intimidar o presidente conservador sul-coreano, Lee Myung-Bak, e chamar a atenção do novo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

O jornal Chosun Ilbo, da Coreia do Sul, citou fontes do governo, que teriam dito que um objeto grande, o qual suspeita-se que seja uma parte do míssil de longo alcance Taepodong-2, está sendo transportado para a costa leste.

"O local de testes na costa leste significa que o míssil provavelmente será lançado sobre o Japão, na direção dos Estados Unidos", disse a fonte consultada pelo jornal.

O Taepodong-2 teria um alcance que o faria atingir o Alasca, mas nunca voou com sucesso.

A agência de notícias sul-coreana Yonhap citou uma fonte do governo, que disse que o objeto pode ser levado ao local de testes na costa leste, na cidade de Musudan-ri, ou para um novo local na costa oeste ou para um terceiro local não-identificado.

Outras reportagens publicadas na terça-feira disseram que o objeto pode ser levado à costa oeste, perto da China.

A Coreia do Norte lançou um míssil balístico de Musandan-ri em 1998 -- ele passou por cima do Japão e caiu no Oceano Pacífico. Um Taepodong-2 lançado do mesmo local em 2006 não conseguiu voar mais do que um minuto.

A Coreia do Norte, que costuma levar sua diplomacia de forma temerária, sabe que os locais de onde costuma lançar mísseis são monitorados por satélites espiões, e que pode pressionar os Estados Unidos e seus aliados simplesmente deslocando as partes do míssil.

A Coreia do Norte leva de um a dois meses para preparar o lançamento de um Taepodong-2 --eles esperam que este seja o prazo final para receberem algo positivo de Seul ou Washington, segundo alguns analistas.

"Se a Coreia do Norte conseguir lançar um míssil Taepodong com sucesso, isso alteraria de forma significativa o ambiente de ameaças para os Estados Unidos e seus aliados na Ásia", disse Bruce Klinger, especialista em Coreia da Heritage Foundation.

A Coreia do Norte, que testou um pequeno artefato nuclear em 2006, é considerada uma das maiores ameaças à segurança da região. Em 2007, o país começou a desmantelar suas instalações nucleares, que produzem plutônio para armamentos, cumprindo um acordo internacional no qual se comprometeu a abandonar as atividades nucleares em troca de ajuda.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE