Missionária presa em janeiro será solta essa semana

| 12/03/2009 - 00:00


Uma missionária da Unification Church presa em janeiro em Almaty, Cazaquistão, será solta essa semana.

Elizaveta “Liza” Drenicheva, 30, foi condenada a dois anos de prisão no dia 9 de janeiro, depois que seu estudo sobre o pecado original foi classificado pelo governo como uma ofensa criminosa. Ela será multada em 0 dólares e deverá pagar US0 de impostos, mas sua pena foi reduzida a dois meses, tempo que ela ficou presa antes do julgamento.

O juiz liberou Elizaveta sem nenhuma restrição, e agora ela está livre para voltar para a Rússia, onde mora.

Os membros da Unification Church consideram apelar ao veredicto dado pelo juiz, para que os missionários recebam o direito de evangelizar no país de maioria muçulmana.

O caso de Liza atraiu a atenção de muitos grupos de direitos humanos. No tribunal havia muitos jornalistas, representantes do governo americano e da Organization for Security and Cooperation in Europe (Organização pela segurança e cooperação na Europa – OSCE, em inglês), que defende os direitos humanos.

O Cazaquistão está programado para entrar na OSCE em 2010. Fontes afirmam que queixas recentes sobre a repressão a grupos de minoria religiosa podem ter levado o governo a libertar Drenicheva.

Outros grupos religiosos disseram não haver recuo nos problemas com o governo do Cazaquistão. Logo depois que Drenicheva foi presa, houve casos de não-muçulmanos que não puderam entrar no país.

“Os grupos de minoria religiosa são perturbados por um governo que afirma promover a liberdade religiosa, mas que não o faz”, disse o representante de um grupo de direitos humanos.

Fontes afirmam que um grupo de fiscalização cazaque tem prendido muitos batistas. Yuri Rudenko, da região de Almaty, foi o terceiro pastor batista a ser preso por se recusar a pagar multas por cultuar sem registro.

Elizaveta Drenicheva foi condenada por um “crime contra a paz e a segurança da humanidade.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE