Ativista político é preso por defender direitos de minorias

No dia 14 de maio, um ativista político assírio, Hazim Zori, membro do conselho do distrito, foi preso pelas forças de segurança curdas, conhecidas como Asayesh. De acordo com o Sr. Zori, ele foi um alvo por causa de seu trabalho de assistência jurídica às minorias, realizado no norte do Iraque.

Segundo Zori, ele foi ameaçado, intimidado e maltratado. “Esse tratamento injusto aconteceu devido aos princípios que defendo e atitudes que tomo em Telkepe”, afirma. “Essas atitudes refletem os direitos de nosso povo ter uma vida digna, liberdade como qualquer outro grupo no Iraque e direito de tomar suas próprias decisões sem ser pressionado pelos outros.”

Ore por Zori, para que ele não desista de defender os direitos das minorias, incluindo os cristãos, por causa das ameaças do grupo. Ore também para que nossos irmãos iraquianos se restabeleçam no país com segurança e paz.