Três casas de cristãos são incendiadas por extremistas

| 05/06/2009 - 00:00


Três casas de cristãos foram incendiadas por extremistas hindus em Sirsapanga, em Kandhamal. O episódio aconteceu em 31 de maio, mesmo dia em que a Central reserve Police force (Crf) enviada para proteger os cristãos da área, foram retiradas por ordens do governo. O incidente parece ser proposital, para impedir que os cristãos voltem para seus bairros.

As três casas pertenciam a Manoj Pradhan, Lankeswar e Sunil Digal, e fica a 3 km da central de polícia (Crf). Testemunhas oculares afirmam que o grupo extremista comemorou a retirada das tropas atacando as casas.

A retirada coincide com o fechamento dos campos de refugiados, e com o apelo do governo de Orissa para que os cristãos se preparem para voltar para seus vilarejos. Hoje, a administração de Kandhamal organizou. Uma reunião pacífica entre os cristãos nos campos e suas comunidades. Fontes afirmam que o incêndio nas casas foi uma tentativa de interromper com o processo.

Sajan K George, presidente do Conselho global de cristãos indianos (GCIC), explica que “Os cristãos de Sirsapanga ainda não retornaram para suas casas, e estão nos campos de refugiados. As pessoas voltarão para suas casas e restabelecerão, então, os cristãos irão para suas casas e farão alguns reparos. A comunidade dominante se opôs à volta dos cristãos, e o incêndio das casas é uma tentativa de controlar nosso povo.”

A situação continua instável. Os proprietários das casas queimadas já prestaram queixa na polícia. Fontes afirmam que o responsável pelo incidente liderou muitos outros ataques a cristãos.

“Os culpados pela violência ainda estão livres. Alguns deles ameaçam nosso povo, dizendo que se não retirarem as queixas, não poderão retornar para suas casas.”


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE