Orfanato cristão é atacado por soldados

A agência de notícias International Christian Concern (ICC) soube que forças do governo birmanês atacaram dois acampamentos. De acordo com relatos iniciais, pelo menos 400 pessoas estavam abrigadas nesses acampamentos, incluindo 200 crianças. Sabe-se que houve mortes, mas os detalhes ainda serão confirmados.

“Os soldados atacaram o primeiro acampamento durante a noite, cruzaram a fronteira com a Tailândia, retornaram e atacaram o outro acampamento, do outro lado da fronteira. Recebemos informações de que todos os soldados que protegiam as crianças foram mortos. Elas foram amarradas e não puderam fugir para Mianmar, por causa das minas terrestres que estavam em volta do acampamento, então, foram forçados a tentar nadar até a Tailândia, no meio da noite. Muitas crianças eram pequenas demais e não sabiam nadar, mas a maioria sobreviveu.”

O grupo ICC havia finalizado a construção de um orfanato (dormitórios, escola e a igreja) em um dos acampamentos que foi atacado. Além dos órfãos, outras 60 crianças perseguidas e traumatizadas pela guerra estavam no orfanato.

“Estamos ansiosos, esperando por mais notícias de nossos representantes no campo, que estão nas áreas afetadas para conhecer a situação. As vítimas precisam de alimentos, roupas, cobertores e lonas para abrigá-los da chuva”, disse um porta-voz do grupo.

O presidente do ICC, Jeff King, diz: “Esse último ataque é parte da tentativa do governo birmanês de reafirmar a vitória sobre o povo. A brutalidade desses ataques é trágica, mas infelizmente, familiar. Estupros e assassinatos de  civis e crianças parece o método favortito para subjugar a população.”

“Ore por proteção para os atingidos pela violência. Sabemos que os soldados querem cruzar a fronteira com a Tailândia e atacar o acampamento lá. Não estamos confiantes de que as crianças estejam seguras."