Trabalhadores em construção de igreja são mortos pela polícia

A polícia da Etiópia baleou e matou duas pessoas que ajudavam a construir uma igreja cristã em um terreno que é reivindicado por muçulmanos.

A violência começou quando a polícia tentou impedir a construção em Dessie, ao nordeste de Addis Ababa.

A polícia afirma que a violência foi uma resposta ao ataque iniciado pelos cristãos, mas grupos dizem que os policiais fizeram uma emboscada para os trabalhadores.

A população em Dessie é 2/3 cristã e 1/3 muçulmana.

O Ministro da informação, Bereket Simon disse aos jornalistas que os cristãos “invadiram o local” e tentaram prosseguir na construção da igreja “ilegalmente”.

“Infelizmente, três vidas foram tiradas. Duas delas foram baleadas, e uma caiu de um penhasco”, ele disse. Muitas outras pessoas ficaram feridas.

Não é a primeira vez que ocorrem disputas por terrenos onde existem templos de Igreja na Etiópia. Conheça o caso da Igreja Kale Hiwot.