Mãe e filho são agredidos a caminho de casa

Cristãos da comunidade de Sakilte’el foram agredidos na sexta-feira, 10 de julho. Cristobal Diaz Gomez estava andando de sua fazenda para sua casa quando foi parado e agredido por um grupo de homens. A mãe dele, Juana Gomez Perez, viu seu filho ser agredido com paus e cacetetes e correu para enfrentar o grupo. Ela disse que parassem de bater em seu filho. Então, o grupo começou a agredi-la também.

Há um ano, a comunidade chegou a um acordo com os cristãos, de que eles teriam o direito de viver em Sakilte’el sem ser incomodados, como deve ser segundo a lei mexicana. Agora, depois desse incidente, há rumores de que os cristãos serão expulsos de casa e da comunidade, que tem a maior parte da população de Zapatistas.

Os cristãos, que são ligados à igreja Presbiteriana, têm um pequeno templo, que pode ser destruído. A Portas Abertas ofereceu apoio legal a essas pessoas e enviou um advogado para Ocosingo para pesquisar sobre os direitos dos cristãos.

O advogado também se encontrou com os cristãos para saber sobre sua saúde física. Juana Gomez Perez ainda está no hospital por causa dos golpes que recebeu na cabeça. Cristobal também está se recuperando da agressão e dos cortes na cabeça. Os outros cristãos ameaçados são Manuel Diaz Gomez, Gabriel Diaz Gomez, Ignácio Diaz Gomez e as respectivas famílias.